Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Fartura, quarta-feira, 01 de dezembro de 2021 Telefone (14) 3308-9300

Atendimento Atendimento: Atendimento das 08:00 às 17:00.

Terç
30/11
Chuvas Isoladas
Máx 31 °C
Min 21 °C
Índice UV
14.0
Quar
01/12
Predomínio de Sol
Máx 32 °C
Min 17 °C
Índice UV
14.0
Quin
02/12
Predomínio de Sol
Máx 32 °C
Min 17 °C
Índice UV
14.0
Sext
03/12
Predomínio de Sol
Máx 27 °C
Min 15 °C
Índice UV
14.0

Saúde - Quinta-feira, 02 de Setembro de 2021

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Setor de Saúde Mental alerta para a importância do Setembro Amarelo e atitudes acolhedoras durante todo o ano

Psicóloga Daniela Viana compartilha informações a respeito do mês que celebra a campanha de conscientização da população ao redor do tema do suicídio


Setor de Saúde Mental alerta para a importância do Setembro Amarelo e atitudes acolhedoras durante todo o ano

O principal objetivo da campanha Setembro Amarelo, celebrada anualmente, é a conscientização sobre a prevenção do suicídio, buscando alertar a população a respeito da realidade da prática no Brasil e no mundo.

Em Fartura, a psicóloga Daniela Viana, do setor de Saúde Mental, faz um alerta sobre a importância de todos manterem atitudes acolhedoras durante os outros meses do ano, com base na prevenção.

A profissional compartilhou alguns conteúdos explicativos sobre o tema e reforça que todos pratiquem a empatia e a solidariedade.

 

Acompanhe:

 

“Em janeiro João tinha toc, foi chamado de bobo. 

Em fevereiro Paula era bipolar, e a chamaram de doida.

Em março Júlia tinha crises de ansiedade, e diziam para ela se focar no presente.

Em abril Leandra tinha anorexia, e ouvia as pessoas rindo e falando dela.

Em maio Maria teve síndrome do pânico, e disseram que era frescura. 

Em junho Paulo teve depressão, e foi chamado de fraco. 

Em julho Lucas descobriu a esquizofrenia, e disseram que era invenção da cabeça dele.

Em agosto Daniel teve transtorno da personalidade borderline, e falavam que ele queria chamar atenção. 

Em setembro tudo ficou Amarelo, as pessoas começaram a entender todos os problemas e nos estenderam a mão, nos medicaram e postaram textos em suas redes sociais para nos apoiar.

Porém em outubro continuaram a nos chamar de loucos, fracos, e diziam que nos faltava fé.

‘Sua vida é tão boa!’

‘Como pode reclamar?’

Eles diziam. 

Em novembro Paulo se matou.

‘Mas era tão jovem!’

‘Era uma boa pessoa.’

Porém, tudo que queria era que todos os meses fossem amarelos também, que os julgamentos acabassem e que as pessoas realmente entendessem que os problemas psicológicos não são escolha nossa, e que nós precisamos de ajuda não só em setembro, mas em todos os meses.

Então, a partir de hoje, faça o Setembro Amarelo ser presente em todos os dias do ano, pois agora mesmo você pode estar ao lado de um Paulo e não sabe.”

FacebookTwitterWhatsAppImprimir

Voltar para a listagem de notícias

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS

UNIDADES FISCAIS

Fique por dentro dos índices - ver todas

UFM - 2021

R$ 3,52

Prefeitura Municipal de Fartura - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.